Número total de visualizações de página

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Quisera eu...


Quisera eu…


Quisera eu e tudo era bom

Quisera eu e a vida sorria

Quisera eu e a música mudava de tom

Quisera eu e serias minha alegria

Quanta vontade

Eu quisera

Quanta verdade

No momento da espera

Quisera eu e serias meu prazer

Quisera eu e terias meu espaço

Quisera eu e conhecerias meu ser

Quisera eu e amarias o que faço

Quanta saudade

Eu tenho

Quanta liberdade

Em teu engenho

Quisera eu e minha serias

Quisera eu e me levavas

Quisera eu e me beijarias

Quisera eu e me amavas

Quanta tristeza

Eu reflicto

Quanta Loucura

Em meu grito

Quisera eu e tudo aconteceria

Quisera eu e serias feliz

Quisera eu e o sol aqueceria

Quisera eu e serias minha raiz

Quanta onda me inunda

Eu te adoro

Quanta vaga nos afunda

Eu te imploro

Quisera eu e serias meu mar

Quisera eu e serias uma flor

Quisera eu e serias meu raiar

Quisera eu e seria-mos amor

Quanto tempo de espera

Ansiedade urgente

Quanto amor, eu quisera

Quisera eu para sempre


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.