Número total de visualizações de página

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Negação


Negação


Não existe mundo sem a razão

Não consigo andar sempre a sorrir

Não consigo viver sem dar a mão

Não existe mundo sem a flor se abrir

Choro sem lágrimas... Dor

Secaram pelo medo

Como secou a paleta sem cor

Secaram palavras... Meu credo


Sim a razão existe

Sorrir está em vias de extinção

Dar a mão é amar e florir

Na flor de meu coração

Não existe piedade

Não consigo andar despreocupado

Não consigo viver sem verdade

Não existe mundo sem o outro lado

Sim piedade aos mendigos

Preocupação dos desalojados

Verdade aos sem abrigo

O outro lado dos amados


Grito sem voz, levado no vento

Cordas vocais inflamadas

Ecos sem retorno, perdidos no tempo

Mentes fracas revoltadas

Já não sei se quero

Se devo continuar, o meu erguer

A construção do meu desespero

De nada poder fazer

Parem... Por favor

Olhem em volta da nossa cruz

Parem... Queremos amor

Choro, grito... Vem, Jesus


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.