Número total de visualizações de página

domingo, 2 de outubro de 2011

Minha Rosa


Minha Rosa


O perfume me tira do sério

Adoro Rosas e seus espinhos

As cores de lindo mistério

As pétalas e mil carinhos

Mergulho no seu elixir

Pétalas frágeis, sensíveis

Espinhos fortes no seu exibir

Amores perfumados, meninas possíveis

Rosadas na cara, faces moldadas

No meu colo dormindo

No regaço meu, as apaixonadas

De olhos singelos, me vão sorrindo

Rosas, flores fortes em mil cores

Nelas navego em imaginação

Rosas de desejo, meus amores

Rosas de meu coração

Vénias ao vento

De coroas abertas de ouro fino

Rosas de beleza impar, eu me atento

A pegar-vos mesmo no espinho

Quanta fantasia eu sinto nesse picar

Sinal teu, o teu querer

Poderosas em vosso amar

Na sensibilidade do vosso ser

Criei em mim, vossa amizade

Sem vós nada mais seria igual

Tenho no coração uma Rosa, minha vaidade

Rosa perfeita, celestial


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.