Número total de visualizações de página

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Mar e anjo


Mar e anjo


Eu tinha uma flor em meu jardim

Não a podia cheirar

Ofereceu-ma S. Valentim

Era o meu sol, o meu mar

Linda, flor de pétala doirada

Menina bonita, sorriso de luz

O gume da minha espada

A beleza que me seduz

Tinha em meu jardim a florir

Tinha em palavras o meu sonho

Tinha na mente o seu sorrir

O sol onde me ponho

Amava-a loucamente

Era a minha perdição

Flor de carinho luminescente

Que iluminava meu coração

Para lá do mar, terra natal

Flor de encantos mil

Aromática em essência carnal

Minha gémea, meu perfil

Seu nome é Mar e continua

Seguido por Anjo, no meu voar

Sonho com ela, menina nua

Flor rainha do meu coroar

Tinha-a, ela se fechou

No meu jardim, caiu semente

Que ela depositou

E será minha novamente


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.