Número total de visualizações de página

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Irmãos


Irmãos


Nas ondas do mar, recebi

Nas nuvens vindas, algo senti

Palavras doces, beijos de colibri

Numa flor que não vi

Senti somente que me queria

Senti somente que me admirava

Por momentos senti, que algo sorria

Do outro lado do mar, eu escutava

Recebi palavras encantadas

Ofertas de melodia para meus olhos

Palavras aromatizadas

Que com amor, chegavam aos molhos

Era bom sentir, me alegrava

Me faziam transpirar e rejuvenescer

Palavras femininas de quem me gostava

De quem um dia me queria conhecer

De longe me sussurravam

Cócegas me faziam, na distância

De longe me aconchegavam

Com pétalas e sua fragrância

Menina de olhos em mim

Menina de sotaque bonito

Flor de meu jardim

Menina do mar que acredito

Cada palavra é existência

Eu sou simples, mente pura

Tu és menina, a inocência

O revoltar de uma onda futura

Do meu mar, do teu gostar

Do teu mar, do meu amar


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.