Número total de visualizações de página

domingo, 11 de setembro de 2011

Sol e mar (amar)


Sol e mar (amar)


O sol rasgou

Eu o absorvia

Fez-me acordar da letargia

Quando me atravessou

Chegou de graça

Mostrando sua raça

Poção divina

De raios estendidos, linda crina.

Ofereceu-me um lindo sorriso

Senti o beijo que não me deste

Em amor que tanto preciso

Que momento agreste!

Mas o sol brilhou

e me amou

Olhei-o com vontade

Amei-o em palavras tuas para mim,

se me foste verdade.

O sol está em meu jardim

Guardando-te para mim

Seus raios sussurram-me em magia

Dizendo que continuas brilhando

e para minha alegria

Vou-te esperando.

Respiro-te...

Sabendo que é o sol que brilha

Admiro-te...

Querendo que sejas o meu mar

Veste-te de palavras

e vem me amar

Como se fosses uma gaivota

Perdida na mesma rota

De um sol que te quer

Junto do mar e abraçar


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.