Número total de visualizações de página

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Nas ondas da poesia


Nas ondas da poesia


Porque me fala a poesia

Porque me enche a memória

Com cheiros de maresia

Fragrâncias da minha história

Palavras que voam até mim

Frias de Inverno

Quentes de Verão…em fim

Histórias do meu caderno

Te busco em amores

Em ti embarco no barco de papel

No teu mar de flores

Ondas aromatizadas de cheiro a mel

Minha poesia, meu coração

Confesso-te em mil desejos

Sonhos e quanta ilusão

Abraços apertados, lindos beijos

Em ti meu sonho é desejo de alguém

No teu prazer, minha alegria

Amor em letras, quem não tem

Amor na procura da poesia

Sempre te quis amar…desejei

Confessei-te meus segredos com carinho

Meus mistérios te segredei

E não esperas-te nem um pouquinho

Sozinho somente te tenho em poesia

Juro que te amo, na minha paz

Juro que te sonho de noite e de dia

Juro que te espero meu mar lilás

Minha poesia, meu lindo mar

Minha palavra, meu encanto

Poesia do meu falar

Amor, te quero tanto.


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.