Número total de visualizações de página

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Não beberei


Não beberei


Bebi vinho maduro

Queria esquecer tontices

Queria transpor o muro

Esquecer aldrabices

Bebi... Fiquei ourado

A vida precisava de tempo

E eu me sentia tornado

Tempestade...aluimento

Bebi até cair...

O que falei, foi nada...

só besteira... Sabia sorrir!

Peso nos olhos, cabeça pesada

Queria esquecer...

Tempos... Que não tive

Bebi... Caí... Tinha de ser

Tinha a vida em declive!

Bebi vinho, branco ou tinto

Não decorei...

Mas bebi...eu não minto

que no vinho tropecei!

Não consegui...

Esquecer...

Bebi...

Para a ter...não consegui

Fiquei a perder!

Bebi... não resultou

Sozinho fiquei

Porque não amei

Tudo perdi...só vinho ficou

Jamais beberei

Vinho branco ou tinto!

Porque eu hoje sei...

E não minto...

Que sem vinho...ganhei


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.