Número total de visualizações de página

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Hoje sou...


Hoje sou…


Nova página…virei

Novo calendário

Que no meu imaginário

Amarei…

Cheguei sem bagagem

Perdida no tempo

Em caminhos de vadiagem

De contentores e lixos, meu alimento

Hoje sou mais…

Muito para além…

As horas são mais reais

Sem a falta de vintém

Amigos sempre tive

De todas as raças e cores

Que mesmo em meu declive

Me ofereceram louvores

Criei paixões

Deixei escapar o amor, a vida

Quantas desilusões

Sem nenhuma despedida

Sem sentimentos ou corações

Hoje sou muito mais…

Caí sozinho e levantei

Ergui-me ao céu dos pardais

E reciclei-me, hoje já sei

Sou eu…vitória

Hoje não penso no tempo de trás

Esse é a história

Que não me satisfaz

Hoje sou realidade

Hoje sou verdade

Hoje quero a minha liberdade

Voar como uma ave

Hoje…sou…quem sabe


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.