Número total de visualizações de página

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Desejo


Desejo


De olhos azuis te olhei

Visão penetrante

Que naquele instante

Coisas loucas… Pensei

Olhar carinhoso, o teu

Cantos da boca... Meu desejo

Olhar teimoso… O meu

De os provar, te dando um beijo

Olhei-te sorridente,

de coração pulando de contente

Era a luz do teu olhar

Meus olhos adivinharam

e logo se apaixonaram

Pela boca que quis beijar.

Apreciei tuas curvas…

Tentei penetrar… Meu querer

Olhaste em águas turvas

A chorar, me fizes-te saber

Que me amavas…

Que me querias…

Que me sonhavas…

Que me sorrias…

De olhos azuis te ofereci

Um beijo no canto da tua boca

Olhos nos olhos, mesmo ali

Ouviste dizer em voz rouca

Amo-te…


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.