Número total de visualizações de página

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Caneta


Caneta


A minha caneta

é minha alegria

Faz muito bem letra

e faz poesia

A minha caneta

É minha paixão

Ela não é treta

é meu coração


A minha caneta

menina bonita

É a marioneta

da minha escrita

A minha caneta

Menina tão bela

que faz da escrita,

a minha janela


A minha caneta

é o meu amar

Na minha prosa,

ela sabe rimar

Parece uma rosa

em desenhos de encantar


A minha caneta

faz pirueta

para comigo dançar

Menina catita

No papel arrebita

para vosso olhar


Sabe bem escrever

e para me surpreender

Quando a estou a ler

Faz do recitar o meu ser


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.