Número total de visualizações de página

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Cai a noite/vem o dia


Cai a noite/vem o dia


Debaixo da noite, o sol escondido

O sol fugidio sem medo da lua

A noite agreste de um sol sofrido

Menina brilhante tão crua e nua

É a lua.

De faces branquinhas, que ilumina

Dá alegria à noite escura

Felicidade ao sol de raios em crina

Que à lua oferece a sua luz pura

Luzes que tocam meu coração

Luzes que alimentam meu pensamento

Noites de amor e muita paixão

À luz da lua o testamento

Quanto envolvimento, mesmo na rua

Quanta luz do sol, ela nos oferece

É a penetração do sol no ventre da lua

Que alimenta a chama que nos aquece

Noite milagrosa de luar

Vultos escondidos como o sol

São loucuras da vida o nosso amar

Da luz do rei como um girassol

Sonhos, fantasias, mil desejos

São luas de alegria e harmonia

Lua e sol dos nossos beijos

Calor e paixão de mais uma noite

De mais um dia.


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.