Número total de visualizações de página

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Mãos


Mãos


As minhas mãos, não são o sol

Somente seguram minha luz

As minhas mãos, não são um girasol

Só me fazem florescer em Jesus

As minhas mãos, não são as plantas

Somente regam as raízes

As minhas mãos, não são mantas

Só cobrem de carinho, os infelizes

Minhas mãos, ambas iguais

Doridas do trabalho

Da luta dos mortais

As mãos com que baralho

Tristezas e alegrias

Perdas e regalias

As minhas mãos...

Elas não são as aves

Só fazem voar a poesia

Que flutuam em palavras suaves

Minhas mãos não são o mar

mas cheiram a maresia

Elas gostam de amar

As minhas mãos, não são actores

Só batem palmas

As minhas mãos, não são flores

Essas são das almas

As minhas mãos, não são o deserto

Transpiram talentos

Transpiram momentos

São elas que sinto de mais perto

Quando as chego ao coração

São mãos que agarram a todo o vapor

As minhas mãos, não são uma imensidão

Mas amam a vida, elas são amor

E cada mão...é tua irmão



José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.