Número total de visualizações de página

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Disputa!


Disputa!

Não!
Talvez!
Sim!
Então?
Não vez?
É toda para mim.
O quê?
Porquê?
Porque não é o fim!

A menina?
Sim?
Adivinha…
É para mim.
Também quero.
Mas eu não dou.
Eu desespero.
Fui eu quem amou!
Está bem.
Fica com ela.
Quanto amor ela tem?
Eu sei, para mim é a mais bela.

Leva-a, vai amar.
Sim, vou levá-la para o meu mar.
Com ela vou dançar.
Nas ondas de embalar.
Será sempre o meu par.
Fico feliz então.
E eu agradeço do coração.
Por a poder levar.

José Alberto Sá

1 comentário:

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.