Número total de visualizações de página

domingo, 21 de agosto de 2011

A bica





A bica


Psssst

Um aromazinho por favor

Poisado na mesa, de saia rodada

Sentia no nariz o calor

E a fragância da minha amada

Abri rasgando o pacote

Grãos adocicados cor de algodão

Senti a beleza de um decote

A mostrar o coração

Grão a grão adociquei

E rodopiando o creme mexi

Magia no aroma que respirei

Menina quentinha não vivo sem ti

Peguei pela asa delicadamente

À boca levei

E tanto amei

O sabor daquela semente

O meu café, a minha bica

O meu acordar, o meu deitar

Na inspiração a minha dica

No seu sabor o meu poetisar

Tomei

Senti

Saboreei

Sorri

E sem arredar pé

Lambi a colher

Amei o café

Como se fosse mulher


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.