Número total de visualizações de página

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Caminhos

Caminhos

Quase te tinha menina, se não fosse o caminho.
Fugias de mim em caminhos de labirinto
eu me perdia neles, em caminhos que sinto.
Em abismos no fim dos caminhos, em pensamentos,
encruzilhadas estreitas, caminhos de apertos
e sem pensar em caminhos, caminho lamentos!
Das injustiças dos caminhos da igualdade,
pura verdade em caminhos abertos.
Fugias e eu caminhava…sem saber o caminho,
procurava-te de olhos espertos, no caminho da euforia.
Ao longe via…via o caminho da luz, que ilumina o caminho,
a minha claridade eras tu, pois caminho todo dia.
Por vezes os caminhos são deserto,
caminhos estreitos, caminhos sem fronteiras,
esses são caminhos onde o longe, parece perto.
Fugias e eu não te via nos caminhos, caminhava desesperado,
corria em direcção errada, no caminho das asneiras.
Em caminhos de lentidão, horas e dias sem aparição.
Só depois de muito andar, eu vi o caminho iluminado.
Te vi…corres-te para mim, caminho de emoção,
ambos corremos caminho fora, caminhos amados,
caminhos da vida, caminhos do coração, onde ele mora.
São tantos os caminhos, que alguns são em descida,
outros caminhos são subida, caminhando vida fora.
Caminhos alados, traçados no ontem, no mundo de agora,
caminhos sinuosos de mundos tresloucados.
Mas eu…procurava o caminho do sucesso,
queria sair do caminho da solidão,
encontrar saída do insucesso, nos caminhos da paixão.
Oh, caminhos do prazer, caminhos da esperança,
caminhos da saudade. Oh, caminhos que me levam, mesmo sem saber.
No caminho de lembrança, de um dia te ter, num caminho com verdade
caminho do amor,
caminho de vento
caminho de flor.
De alegrias tantas, onde caminho com vaidade,
no caminho onde me sento, contigo querida, menina de mil cores.
Menina que me pinta os caminhos em novidade,
caminho por cima do teu manto, caminho a passos longos, no teu mar.
Tantos são o caminho, que me encanto
caminhos de pedras, caminhos de amar.
Porque os caminhos são instantes, que caminhamos
e quando os caminhos são bons, então caminhamos com amor
no fim, ficam os caminhos, só nós é que vamos.


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.