Número total de visualizações de página

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Baloiço

Baloiço

Baloiça menina
Baloiça no baloiço dos amores
Vai e vem…qual abelha na procura
do pólen, no baloiço das flores
Pequenina…
De flor em flor
Vida dura…quanto amor!
Baloiça menina, te dou o balanço necessário
Vai e vem menina, voa no teu imaginário
Parece que danças
Baloiças ao vento
Ritmo suave a melodia das crianças
Vejo-te bailar e eu a empurrar
Meu sorriso alimento
Teus cabelos esvoaçam…fragrâncias
Essências ocultas…no voar de teu vestido
Distâncias
Que não consigo evitar…meu olhar
Proibido…
Baloiça menina…pele morena
Tremo de ansiedade minha pequena
Vai e vem, dança que lembra
Momentos de baloiço parado
Amor que não aguenta
E fermenta, aquele apetite aguçado
Baloiça menina…doce paixão
Baloiça ao ritmo de meu coração
Que eu aqui parado, vou amando
Deste lado, tudo que vejo
Baloiça menina, que também vou baloiçando
Em todo o vai e vem que desejo.


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.