Número total de visualizações de página

domingo, 22 de maio de 2011

Eu queria...

Eu queria…

Eu queria…
Sentir-te de mais perto.
Eu queria…
Tocar-te ao de leve, na tua face,
desapertar este aperto,
da noite fazer dia.
Eu queria…
Sentir verdade, sem disfarce,
só sentir.
Eu queria…
Ligar-te para te ouvir,
sentir alegria de mil cores,
ligar-te de saudade,
porque eu queria.
Queria mais, muito mais flores.
Eu queria…
Fugir da minha idade
sentir-me correr, ser menino.
Eu queria…
Ser aquele puto, quando te digo olá,
por isso luto
como ontem, hoje e amanhã.
Eu queria… ouvir-te, em mil palavras
por segundo.
Eu queria…
Soltar as amarras e correr mundo,
só para te ouvir.
Eu queria…
Ter-te comigo, queria te ver.
E como não vejo, ligo
em tormento chato,
de alguém que não quero ser.
Por isso digo.
Eu queria…
Sentir a tua voz,
como a árvore sente o seu ramo.
Eu queria…
Que jamais estivéssemos sós
e que me digas a todo tempo,
Te amo.
Eu queria…
Sem sofrimento,
sem pedir,
que digas, amo-te.
É tão pouco, dá-me essa alegria.
É só o que te peço.
Eu queria…


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.