Número total de visualizações de página

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Todas as noites

Todas as noites

É durante o dia que sou cúmplice e navegador…
É durante a viagem nas águas deste meu mar de sonho, que me embriago nas ondas e saboreio o sal e o sol da noite anterior.
É durante e depois…
Que me vejo endiabrado e embriagado, pelo sentir nu de um corpo que se fez ao mar, naquela noite estrelada.
Cada um de nós se fascinou pelo olhar, cada um saboreou a boca e absorveu a loucura salivar, como se de espuma se tratasse… Loucos beijos e braçadas de aflição amorosa, apertos de braços e dedos aflitos na humidade, num botão de rosa!
É durante o dia que exalto a arte e pinto de ouro o meu pensamento, não esqueço, não abandono, pois a cumplicidade acompanha-me ao segundo.
E o mundo!
É durante o dia, a lembrança de todas as noites, onde navegamos em amor.


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.