Número total de visualizações de página

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Espinho, cidade encantada!

Espinho, cidade encantada!

É Natal e vivo numa cidade encantada, dizem aqueles, que sem encanto se vêm como duendes numa floresta inexistente.
Cidade encantada para o seu criador, teoria de uma mente puramente abstrata, pois quem lhe dá este nome “encantada”, teria obrigação de lhe dar encantamento!
Na realidade vivo num quadro de mar, estrelas e sorrisos de quem vive na esperança de se encontrar, num encanto em que o Natal seria para todos.
É Natal e nada nos pertence, mas vivo intensamente cada fragmento, cada pormenor que a natureza me oferece, sempre na esperança de olhar a minha cidade e lhe poder dar esse encanto prometido, mas que alguém cósmico, se excita e somente sonha, levando a se acreditar que eu também vivo numa cidade encantada!
E quando acordarmos deste sonho, vamos querer um novo Natal, um novo Pai Natal, uma nova cidade encantada, mas de verdade!
Feliz Ano Novo, com desejos de uma cidade encantada na verdade e no amor… Espinho merece encontrar o caminho e ser abraçada com dignidade!


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.