Número total de visualizações de página

domingo, 17 de setembro de 2017

Queremos-te renascida

Queremos-te renascida

Espinho tantas vezes flor,
Rainha da Costa Verde!
Tantas vezes amor,
Rainha unida,
hoje separada por uma parede!
Hoje olho-te,
como se fosses sexo feminino,
pois tantos te violam!
Eu te vejo possuída por membros eréteis!
Que no destruir se consolam!

Espinho tantas vezes meu mar,
tantas vezes fruto das árvores da felicidade!
Tantas vezes colorida,
Rainha vareira,
hoje acenada pela mentira e ingenuidade!
Hoje olho-te,
como se fosses procura sexual,
de um poder que se masturba sem idade!
Que possuem mentes sequiosas,
que procuram o orgasmo na vaidade!

Espinho está na hora da mudança!
Queremos em ti a virgindade!
De quem te ama como nasceste
De quem te quer na lembrança!
Rainha da Costa Verde, que tanto deste
E tanto precisa com amor
Espinho flor e rainha
Nas mãos de uma Senhora
Que de braços ganhadora
Se fará presidente!

Leonor Fonseca será de toda a gente!


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.