Número total de visualizações de página

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Viver...

Viver…

E quando te deitares no deserto…
Olha o horizonte e imagina o céu estrelado!
Sentirás um oásis tão perto…
Que a fartura da vida a sentirás a teu lado!

Assim vivo neste chão poeirento…
Assim o céu me chega, tal como a chuva da fonte!
Assim sinto o deserto, o horizonte e o sentimento…
Assim me vejo oásis, contigo amor, aqui defronte!

E quando te deitares sobre o mar…
Olha a maré e sente os aromas da maresia!
Sentirás nas ondas do amar…
O calor de uma mãe, como Jesus sentiu o de Maria!

Assim sou na humildade, neste meu canto
Assim me vejo sorrir nos braços de quem abraça
Assim sou pai, poeta, amigo e nunca santo
Assim me dou, assim vos peço… Amor e Graça


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.