Número total de visualizações de página

segunda-feira, 28 de março de 2016

Olhai...

Olhai…

Olhai… Olhai a lembrança
Deste coração magoado
Olhai… Olhai a mão que não alcança
O pulsar desse teu lado
Olhai…
Olhai a saudade do barco no mar
Olhai a saudade na dor do meu peito
Deste coração a chorar
Olhando a gritar…
O nosso barco desfeito

Olhai…
Olhai o cais vazio
As amarras sozinhas, que outrora
Ancoravam mesmo com frio
O nosso amor à deriva e sem hora
Olhai…
Olhai a gaivota ao longe, vem a voar
Traz a lembrança e a saudade
Nos gritos de um céu por acabar
E no olhar… Traz a verdade


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.