Número total de visualizações de página

sábado, 7 de março de 2015

Provocas-me...

Provocas-me…

E tu provocas-me…
Não sei dizer, porque não minto
Mas tu provocas-me e não te sinto

… Amo-te

Teu corpo o vejo na lua
Teu beijo o sinto no sonho…
e quando me ponho
é a vontade de te ter nua

… Amo-te

E tu provocas-me…
Não sei dizer o que desejo
Se o ventre, o corpo ou somente…
O que amo lentamente… O teu beijo

… Amo-te

E tu provocas-me…
E te digo simplesmente
Que o amor me põe louco!
A luz e a mente…
A voz e o olhar… E não é pouco…

… Amo-te

Sou de carne e osso
És um desejo colosso
Sou louco por ti…

Sempre… Agora e aqui

De dia…
Pela noite dentro
Algures na luz que me dizia
Que tu és, poema sedento

Porque me provocas
E eu amo-te

Amo-te…


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.