Número total de visualizações de página

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Queres-me tal como te quero

Queres-me tal como te quero

Queres-me…
E eu fujo da tua fome, pela minha carne
E eu quero-te…
E eu desejo assim de ti, esse charme
Ambos queremos…
Tal como te quero, te sinto
Tal como te desejo e não minto
Tu queres-me,
num amor perfeito, um oceano, um labirinto
E eu quero-te,
na perfeição de uma rosa
Com espinhos que agarram e amam
Como a palavra que sai melodiosa, gulosa,
num querer sem igual.
E as vontades chamam…
Chamam e navegam, levitam por aí, tal e qual
Como me queres… Como te quero…
Tu és... Eu sou... Nós somos.
Somos o quê?
Somos a razão de quem lê!
De quem sente como nós…
Eternos sonhadores, perdidos de amores!
Mas nunca sós
Tu queres-me…
Eu quero-te…
E peço que,
não me deixes perder de ti.
E pedes…
Que não me faças sofrer pela carne,
que desejo e não vi


Dueto: José Alberto Sá/Musa

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.