Número total de visualizações de página

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Um dia irei suavemente...

Um dia irei suavemente…

Pergunto a mim mesmo…
Quem sou eu neste pátio da vida?
Que seria de mim, sem a Tua presença Jesus… Sem a minha luz.

Sei… Que um dia irei suavemente pelos sentimentos da paz…

Serei o pátio do tempo onde nasci? O pátio do vento… Que deambula por aí…
Quem sou eu nesta procura da vida… Quem sou eu para te encontrar, neste horizonte, onde a fonte é Te amar.

Um dia irei suavemente…

Saber quem sou perante a luz do sol, aquele imenso calor que me recebe, que me ilumina, aquele que vindo de um segredo, se vê plantado no céu.
Quem sou eu?
Que te procura no sorriso das crianças, quem sou eu para me imaginar ainda menino…

Um dia irei suavemente…

E o amor, Te verá chegar ao meu pátio Senhor…Falarás comigo… Falarás… Falarei Contigo…
O pátio é o centro onde me quero encontrar… Sentir a união… O pátio é o meu olhar, no Teu coração…

Um dia irei suavemente…

Saber quem sou…
Saber porque vim… Sentir um principio que já passou… Recordar o miolo feito de alegria… E no fim…
Serei em Amor a tua vontade… Um jardim… No meu pátio, plantado no céu…

Um dia irei suavemente…


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.