Número total de visualizações de página

terça-feira, 3 de junho de 2014

O teu olhar matador

O teu olhar matador

Atravesso-me pelos raios da tua íris, é nesse olhar que me sinto atrevido, nesse teu olhar penetrante… O teu olhar matador, esse que me leva ao céu do amor.

Atravesso-me sem rodeios aos encantos do teu vermelho beijo, esse beijo que desejo abafar com o meu… O meu que se sente alma gémea de ti… E de ti é o momento que mais preciso… E o teu…
O teu sorriso encantado… Como encantado o meu atravessar pelos quatro cantos do teu corpo, se te olho de cima abaixo… E de cima abaixo és completamente… Tão completamente que me fazes perder os sentidos e não só…

Fazem perder de amor as partes de um corpo que estremece por ti… Tão completamente teu…
Este coração enamorado, que deambula na esperança de se atravessar no teu olhar… Sentir tua boca na minha, num mesmo respirar… Aqui… Aqui é sentir-te perto…
Tão longe, e tão perto de ti… É o espaço do sofrimento, a dor que se mistura num amor infinito… Tu crês… Eu acredito.

Sempre me sinto a teu lado… Sempre te deixo no meu coração…
Deixando que meu sentimento se perca no teu… Pois é no teu querer que vive intensamente o meu ser.
Ser em vontades, ser em harmonia, ser em alegria… Mesmo que na ausência te sinta no ar…Que venhas e te prendas a mim… Como se fosses parte do universo…

Que sejas o abraço, o nosso aperto… Se agarre ao vento e te encontre por aí… Por aí é o desejo perfumado que corre ao lado das nuvens… Do sol… Da lua… Completamente comigo…
Não quero ser pela metade, um todo é o poder de dois corpos que se amam e eu… Amo-te…

Um dia seremos, a nossa verdade…Verdade que já é nossa… Completamente, como completa é a palavra aqui escrita… Perfeita como se de um coito se tratasse, numa penetração levitante sobre cada linha…

Escrita sentida em verso ou em prosa… Um amor que me faz atravessar pelas pétalas de uma flor… Cravo, Malmequer, Margarida ou Rosa…
Não uma flor qualquer… Uma beldade apetitosa… Só assim me atravesso…
Em ti, atravesso-me sem rodeios… Meu olhar matador…

Dueto: José Alberto Sá/Musa

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.