Número total de visualizações de página

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Amo ouvir-te... Porque sonho...

Amo ouvir-te… Porque sonho!

Hoje quis ouvir-te, fechei os olhos para te sentir mais profundamente, quero muito que penetres dentro da minha alma… Quero pertencer a esse teu único som…
Suave… Intenso em perfumes... Belo em cores, aquelas que exaltam o sangue dentro de mim.
E dentro de mim é o silêncio que consigo misturar com a candura de ti… De ti é o som que me absorve a seiva dos meus sentidos… Sei que não consigo ter a tua beleza musical… Mas consigo amar intensamente o que me arrepia, como agora!
- Contínuo de olhos fechados… Sabias?
Eu sei que tu sabes… Eu sinto que tu me sentes, eu também amo sentir-te.
Pena não te poder falar.
Tenho a certeza que escutas o meu silêncio… O meu, pois o teu silêncio é vento que sopra em vibrações que me refresca o amor… Amo sentir-te.

Hoje quis ouvir-te… E ainda tenho os olhos fechados… Não quero sair sem que te escute até ao fim… Sempre escuto até ao fim… Por vezes é no fim que dou o beijo… Que abraço… Que sinto os olhos humedecidos pela despedida.
E quando acabares… Abrirei os olhos para te guardar dentro da gaveta, onde guardo os sonhos que sonho contigo… Meu amigo que amo, ouvir…
Obrigado Mozart…


José Alberto Sá 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.