Número total de visualizações de página

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Sinto o teu perfume

Sinto o teu perfume

Tens um perfume suave,
que imagino na cor algodão
Para mim és luz, clarão designado magia
Pois te sinto alma, o sol que perfuma o dia

Me vejo na tua doce e pura sensibilidade
Tens um perfume que adoro
Uma essência a quem imploro
O exalar em todo o aroma do amor
E por onde passas,
Traças o caminho do meu sorriso… Esplendor!

Teu perfume é natural,
tem o cheiro da fragância corporal…
O teu elixir
A vontade do meu ser…
Tornando-te essa candura irresistível
que me leva a um êxtase fenomenal.
Te ter… Apetecível…

Destilas sentimentos inexplicáveis,
que somente o amor compreende
Inebrias-me os sentidos, extraindo pura paixão,
aos meus insaciáveis instintos de ti

Ai como alimentas a minha alma,
esta alma que te persegue com muita emoção!
O mágico perfume que transpiro
O louco olhar que admiro
É assim que te desejo na saudade…

Sonho nu
A verdade… Um abraço… Um beijo
Um carinho sonhado
Eu e tu…
No mesmo corpo perfumado

Dueto:


Jan Mell/José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.