Número total de visualizações de página

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Areias num mar de amor

Areias num mar de amor

A areia movediça espera a onda do verde-mar
Para beijá-la no dia que começa
Na maresia de espuma e sem pressa
Louca por a levar

A lua espera a noite, para se fazer brilhar,
em seu céu anil
A musa aguarda as carícias de cada verso seu
Quando a manhã chega de mansinho
Eu sonho com esse olhar de mar… Que quero meu
E ali… O mar abraça a praia com carinho
E nos embriaga em perfumes… mais de mil

Quando a lua nasce bela e nua
O céu se ilumina onde ela flutua
E reflectida no mar… Ondula no mesmo espaço
É quando a musa chega devagarinho
E desenha a forma da sua vontade, no seu caminho
Como num beijo e num abraço

E a poesia se faz
De sol
De mar
De céu
De luar

E a poesia nos trás
O arco-íris de todas as cores
Com todos os tons do amar
Com cheiro de flores
Com sabor de fruta
Com gosto de mel
Em areias movediças em mares de tons pastel

Textura
Pintura
Loucura
Mistura de formas, em toda a candura
Acordes
Perfumes
Num mar de queixumes
E as estrelas mais belas sentem ciúmes
Da musa que acorda as suas canções
Dedilhando as areias movediças
Na espera de um mar, que una os corações

Dueto:


Tereza Maria/José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.