Número total de visualizações de página

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Eu sei de cor

Eu sei de cor

Eu sei de cor
O perfume que exalas,
por esse corpo que imagino nu
Eu sei de cor
E não me calas,
por saber quem és tu

Quem sou eu, por te ter
Quem sou eu, por saber
Que tu és flor
Que tu és amor
Que no meu peito veio nascer

Eu sei de cor
Meu amor, que és a vida
Que és tu, o meu segredo
Eu sei de cor
E sei sem medo
Que ambos sabemos… Que nada temos

E que tudo queremos

Eu sei de cor
Que o tempo não me leva
Que o vento não te trás
Eu sei de cor
Que a palavra há quem a escreva
Que a poesia se eleva
Quando na tua cor… És a paz

Eu sei de cor
Eu sei do teu sorriso
Eu sei da tua essência
A minha paciência
Seu de cor… Que de ti preciso
Por isso esta minha insistência

Eu sei de cor
Que a luz te ilumina
Eu sei de cor
Que a terra é sina
Que o mar é água que te vê
E eu serei poema de quem lê
Por saber de cor
A cor do nosso amor


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.