Número total de visualizações de página

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

A luz de um poeta

A luz de um poeta

Acorda…
Acorda para o mundo
Como acorda um poeta
Uma porta totalmente aberta
Onde o amor é a entrada
A luz da estrada
A raiz que do fundo
Faz nascer a árvore pela entranha
De uma terra que acorda…
Acorda como acorda um poeta
E a luz é tamanha

Estranho!
Estranho… É o acordar,
Acordar diferente de um poeta
Acordar feliz
Acordar em sonho, mente aberta
A luz que acorda o amanhecer de um poeta

Estranho!
… É o acordar abandonado
Não se sentir singelo
Não olhar o lado mais belo
Como o acordar de um poeta,
apaixonado

Acorda…
Acorda, como acorda um poeta
Um coração alerta
Feito de sangue puro
Uma porta aberta
Uma vida sem muro
Acordar…
Amar…
Ser poeta…
Ser na luz do dia… Igual ao céu

Acorda…
Acorda, como acorda um poeta
Acordarás como eu…


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.