Número total de visualizações de página

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Unidos pelo beijo

Unidos pelo beijo

Beija-me…
O sol já nasceu
As flores abriram
O calor apareceu
E os corpos sem cobriram

Beija-me…
Pois em cada pétala aberta
Eu beijo miraculosamente
Esse sol que me olha por baixo da coberta
E me chama delicadamente

Beija-me…
O sol que espreito
Sinto-o na fissura do teu corpo nu
Por entre fantasias, por entre teu peito
E me vislumbra o milagre… Tu

Beija-me…
Eu te beijo em cada pólen de cetim
Quero-te no meu núcleo de amor
Dentro de nós o calor
Eu a te beijar e tu a mim

Beija-me…
As horas passam e eu vivo agora
Logo virá a lua
E nós aqui neste beijo… Demora…
Demora amor, este momento contigo…
Onde eu estou… Tu estás nua

Beija-me…
São estes lábios que te abocanham a vontade
Deambulando perdido em teu segredo
Segredo que fechado me faz sonhar
E aberto a implorar…
Credo!

Beija-me…
Poisa a pele na minha pele
Língua na minha língua… Estás sequiosa
Beija-me… Eu Beijo-te… Tudo é mel
Eternamente mulher…
Minha e apetitosa


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.