Número total de visualizações de página

domingo, 29 de dezembro de 2013

Te irei buscar

Te irei buscar

Não me canso… Levarei até ao fim o amor
Olharei por entre as árvores e sentirei o verde
As folhas que me olham,
serão testemunha…
De que não me canso… Até que por entre elas,
nasça uma flor
De que não me canso… Até que a luz escureça
Olharei por entre folhas e esperarei que amanheça
E de olhos abertos te sinta na carne … Como unha…
… Minha
Para sempre

Não me canso… Levarei até ao horizonte o carinho
Olharei por entre as ondas e sentirei o mar
A areia que me sente os pés,
será testemunha…
De que não me canso… Até que por entre pedras,
nasça a vontade de te buscar
De que não me canso… Até que a água salgada,
seja a salitre das minhas lágrimas
Olharei fixamente através da maresia
E de olhos abertos… Te buscarei,
como o sol busca o dia…
… Meu
Meu dia que virá

Não me canso…Levarei até ao universo o desejo
Olharei por entre as estrelas e sorrirei contigo
As nuvens que me perseguem… Serão testemunha
De que não me canso… Até que te diga ao acordar…
Bom dia
De que não descanso… Até que te diga ao deitar…
Boa noite
Olharei o raiar do sol pela persiana e direi…
Tal e qual com amor…
Como diz a borboleta a uma flor
E de olhos abertos… Te pegarei no colo
E no meu solo… Te darei o beijo
O abraço… O carinho… A vida em amor


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.