Número total de visualizações de página

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Silêncio... Fado e Poesia

Silêncio… Fado e poesia

Silêncio…
Não me olhem assim
Só pedi o silêncio, porque não vos ouvia
O silêncio que me chegava,
das cabeças que diziam sim
E eu não vim…
Silenciar o silêncio que se ouvia
Vim pedir silêncio desse lado
Silêncio pelo fado
Silêncio pela poesia

Agora…
Sim
Já podem olhar para mim
O fado se cantou,
no silêncio que ficou
A poesia foi declamada
Pelo silêncio da mente,
que sente calada

Silêncio…
Já podem falar
O fado terminou
A poesia paira no ar
Voando no silêncio,
de quem a declamou

Fado ou poesia
Em silêncio se dizia
E a voz que encantava
Era todo
Todo o silêncio que se amava
… Magia


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.