Número total de visualizações de página

domingo, 22 de dezembro de 2013

Do ventre

Do ventre

Maria…
Minha mãe
… Quanto amor
Eu te devo toda a minha alegria
O meu ardor
A minha fé
Hoje dou mais valor,
ao que ninguém quer ver
Maria…
… Quanta cor
Deste ao mundo no teu viver
… Quanta magia
Como és humilde em coração
Gentil Senhora
Imagem que nos segura, neste chão
Amo-te a toda a hora
Minha mãe… Maria
Ao deitar... Ao nascer do dia

Foi do teu ventre, que nasceu
A vontade de te amar
Um Menino do tamanho do céu
A quem me vergo… Pecador
Na oração do meu pesar
Porque peco… Maria
Minha mãe…
Meu Deus… Senhor


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.