Número total de visualizações de página

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Voo para a morte

Voo para a morte

Estavas pronta para voar
Estavas de negro… Cor triste
Beijavas o ar
Olhavas o horizonte, pronta a saltar

Olhava para ti indiferente
O silêncio fazia-se sentir
Tinhas asas com um brilho reluzente
Estavas pronta para partir

Tive vontade de te ir buscar
Descer contigo para o meu chão
Apertar-te bem forte, menina sem alma, sem lar
Sem sentimento… De frio coração

Estavas pronta para fugir
Querias saltar nesse abismo sem dar ouvidos
Voar pelo céu do meu sorrir
E gozar na minha cara, o bater de asas, teus zumbidos

Por fim saltaste e eu apanhei-te
Estendi-te a mão
Quiseste voar e eu matei-te
Mosca que saltou da minha televisão


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.