Número total de visualizações de página

sábado, 5 de outubro de 2013

Vermelho carmim

Vermelho carmim

Carmim é uma cor que humedece
Faz lembrar a cor que reflecte o beijo
Sem violência…
… Pois lá fora a chuva cai!
Carmim… É a cor que me enaltece
A cor que à chuva provoca desejo
… Pois lá fora a corrente leva…
E a chuva vai!

Menina marota…

Cada gota que pinga deixa a marca
O chão escurece
Sem violência…
… E a boca humedecida chama por ti!
É o carmim desta boca não farta
Que ama o beijo que nunca esquece
O desejado beijo…
Que um dia senti

Carmim da menina gota

Que sem violência…
Abraça a chuva,
que se mistura nas cores da vida
Sinto-me preso por ela…
… Como preso se sente o sangue, dentro de mim
Sentido que no chão molhado te vê reflectida
Te ama no beijo saboreado à janela
Com lábios unidos…
A cor carmim

… Vermelho teu tatuado em mim


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.