Número total de visualizações de página

sábado, 28 de setembro de 2013

Eu sei...

Eu sei…

Eu não sei que fazer
Eu não sei como te falar
Não sei que me pode acontecer
Vem comigo… Vem-me amar
Eu não sei…
Que caminho caminhar
Que palavra te dizer
Eu não sei…
Se um dia, uma noite… Te vou conseguir
Eu não sei como te posso ir buscar
Vem comigo
Vem-me ver
Vem depressa… Vem-me sorrir
Eu não sei
Se um dia, uma noite… Te poderei roubar
Eu não sei
Se o tempo
Se o vento
São duas formas de contar
Vem comigo
Vem-me ver
Sou castigo, sou o sofrer
Sou um mendigo por amar
Peço
Tropeço
Levanto
Danço… Canto
Mas não sei
Como te posso alcançar
Vem comigo
Vem-me ver
Meu coração é teu abrigo
Meus braços
Meus olhos
Te querem receber
É tudo tão difícil, que eu sei…
Que seria bom demais…
Te conhecer
No silêncio e nos ais


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.