Número total de visualizações de página

terça-feira, 30 de julho de 2013

Resposta da brisa

Resposta da brisa

E do alto do penhasco
Gritei bem alto
Queria-te ouvir
Queria sentir o coração dar um salto
E no ponto mais alto, fiz-me sentir
Gritei… Amo-te
E do vento, da brisa
Recebi a tua resposta… Amo-te, Amo-te, amo-te
O eco que me abria a camisa
E novamente gritei… Adoro-te
E vindo pelo vazio
Recebi da tua boca… Adoro-te, adoro-te, adoro-te
O eco que me inundou… Senti frio
Então… Gritei com toda a força
Quero-te…
O eco chegou-me na voz de uma moça
Quero-te, quero-te, quero-te
Eras tu… Tinha a certeza
No alto daquele penhasco,
imaginei-me voar
Os meus gritos voavam contigo
E tu… Com toda a tua delicadeza
Quiseste amar
Amar a candura do meu gritar
Resposta ao meu chamamento
Vinhas no vento
Fechei os olhos… Parei o tempo
Senti o teu respirar
E num sussurrar ouvi… Desejo-te, desejo-te, desejo-te
Era a resposta ao meu último grito
De um coração aflito,
quando gritei… Desejo-te
Foi no alto do penhasco, que te sonhei
Deixei lá toda a minha vontade
Ecos de linda cor
Desejei, adorei e amei
Os ecos da minha liberdade
… O amor


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.