Número total de visualizações de página

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Lindo sentir

Lindo sentir

Senti
Uma sombra, um corpo quente
Senti que se colara ao meu
Senti…
Um sopro delicado, um sussurro quente
Que vindo no vento, me fez sentir o céu
Puxou-me levemente para trás
A minha fragilidade estremeceu
Vibrou
Senti um rosto afagar o meu
Uns lábios vermelhos,
acariciaram a minha pele exposta
Senti…
Dois braços envolverem-me
Apertarem-me e bloquear a minha resposta
Eu vi…
E senti aquela força, uma elevação da temperatura
Meu corpo no seu
Um aconchego doce, belo… Sem cura
Obedeci e deixei-me levar
Sentia dedos em meu corpo
Um dedilhar de silêncio provocante
Senti o mar
Senti o deserto
E tudo tão perto
Me fazia sonhar
A pele despida, desapertada pela paixão
Fez-me olhar o rosto mais belo
Que me disse: Amo-te
Amo-te de coração
Meu amor… Meu caramelo
Meu doce… Meu…
Rebolamos pelo chão
Unidos… Pele com pele e beijo no beijo
Saboreamos o néctar da nossa vontade
É tão bom sentir quando se leva o desejo
A um amor em liberdade


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.