Número total de visualizações de página

segunda-feira, 10 de junho de 2013

O meu achado!

O meu achado!

Tenho no bolso algo que achei
Será de ouro?
Será de prata?
Não sei!
Imagino que fosse um tesouro
Algo misterioso... Talvez uma lata

Tenho no bolso, algo para entregar
Será de marfim?
Será de papelão?
É algo que acabo de achar
Não o quero para mim
Tenho no bolso, seguro na mão

Entrego sem saber se está completo
Não sei se lhe falta algum pedaço
É leve de linda cor
Entrego seja a quem for
A quem identificar este laço!

Laço!

Sim... Um laço que achei
Com certeza algo amarrava
Não sei que lhe faço
Só sei que imaginei
Que algo ele abraçava

Ninguém quer o laço que achei!
Simples laço de cetim
Pobre sozinho de cor amarela
Levo-o embora para mim
E na minha imaginação,
me amarro com ela


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.