Número total de visualizações de página

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Deixa-me recuar no tempo

Deixa-me recuar no tempo

Olhei e nem notei
Que algumas pessoas me habitam
Hoje pensei…
E me dei conta dos anos que vivi
Das pessoas maravilhosas que conheci
E daquelas que em mim acreditam
… Reflicto
E lembro os rostos com os quais me encantei
Num tempo que me vai levando
Numa vida que vai passando
E que por vezes eu nem reparei
… Reflicto
E culpo-me de por vezes não recuar
ao tempo de criança
Culpo-me pelo tempo que perdi
Mas teu rosto é a lembrança
Nestas palavras que hoje escrevi
… Reflicto
E peço-te… Não te esqueças de mim
Nunca me esqueci de ti
Cultiva este meu resto de jardim
E verás um sorriso como nunca senti
… Reflicto
E te peço perdão pela falta
Pelo bom dia que não disse
A boa tarde que se perdeu
A boa noite esgueirada em aldrabice
O olá desejado que por vezes não se deu
… Reflicto
Como estás?
Esta pergunta que nem lembrava de dizer
Reparo numa vontade louca que vem de trás
E me leva a te pedir… Amor deixa acontecer
… Reflicto
Pois o tempo não recua…
mas tu, és a mesma flor
Hoje mais velho sinto a pele nua
Ferida pela falta do tempo, da tinta sem cor
… Reflicto
Hoje os meus olhos estão famintos pela saudade
Eles são a leitura na palavra de luz
Uma escrita com verdade
Onde o perdão é a minha cruz
… Reflicto
E amo-vos
Adoro-vos
Sois nas horas que me restam o meu alimento
Desejo-vos
Imploro-vos
Não mais vos esqueço… No resto do tempo


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.