Número total de visualizações de página

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Meu gato


Meu gato

Raios! Fugiu-me o gato
Aquele animal tão mimado
Fugiu-me e entrou no quarto
Para se esconder em algum lado

Corri atrás dele…  Entrei e me admirei!
O gato estava num colo nu
Uma visão de negro e branco… Adorei
Ver o gato de pêlo preto, no branco… Eras tu!

Me aproximei para o agarrar
Quis sentir o pêlo macio
Apeteceu-me ficar
E quando lhe toquei, soltou um mio

Pêlo aveludado, preto e felpudo
Sorriste para mim, olhei os teus seios
Estava estático, estava mudo
Sentia os extremos, abdicava dos meios

O gato já não estava, fugira novamente
Toquei ao de leve, senti o teu corpo macio
Lembrei o pêlo do gato, preto e quente
Aveludado, felpudo… E tu, nem um pio

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.