Número total de visualizações de página

quinta-feira, 2 de maio de 2013

A música dos namorados


A música dos namorados

Devoro palavras
Como tu devoras a música de um namoro
Dançamos os dois rebolados na praia
Teu pé rasga o espaço,
eu espero que te abras
Vê como eu faço
e sente no rasgar da tua saia...
Sente nesta dança como te devoro

São estes os olhos que se embebedam na tua música
Imagino asneiras
É a música e a dança do corpo feminino
Não é tango, não é balsa
É o frenesim de uma vontade com precisão
Não é merengue, não é salsa
É a indígena razão que imagino
Minha perna, tua perna... Minha mão

Sente o penetrar da clave de sol
Cada nota que expiras
Humidades que deambulam pelas cordas vocais
Beijos, muitos beijos... Um salivar de doce e sal
Onde em cada passo... Tu transpiras
Gritos e gemidos abafados pelo som
Luxúria da carne, como se fossemos rituais

É a música do namoro, da tua sensualidade
Eu saía e tu entravas
Braços abertos, ora fechados
Sentidas provocações de felicidade
Vem dançar, são as minhas palavras
É a música dos namorados

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.