Número total de visualizações de página

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Tanta gente


Tanta gente

Tanta gente…
Tanta gente que me ama
Amar de amor
Tanta gente que são semente
São semente, são o pólen da flor
E essa gente é a gente que me chama
Gente que me chama de mar
Gente que me espreita
Na leitura do meu desenhar
Gente perfeita

E eu desenho
O mar que queria ter
O que não tenho
Mas que desejo dentro do meu apetecer
Tanta gente que dá vida ao meu sonho
Um sonho lindo,
que vive dentro do meu mar… O meu escrever

Tanta gente…
Tanta gente que me ama
Que me ama em amor
Sou o mar altivo, bem desenhado
Sou o rio corrente
Sou o deserto transformado
Num oásis de amor a toda a gente

Amizades tatuadas no meu peito
Gente da gente… Gente que bem conheço
Gente com quem me deito
Em amor, num coração que vos ofereço

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.