Número total de visualizações de página

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Ouve o meu chamar


Ouve o meu chamar

Ouve estas palavras pequenas
Um punhado da minha mão
Um segundo apenas
Apenas um pulsar do meu coração

Ouve esta força que me invade
Nem a morte
Nem a vida
Nos corta pela metade
Quero-te na minha sorte
Porque inteira és a medida

Ouve estas vontades
Ouve a pergunta que te faço
Será que alguém nos pode separar?
Dá-me a resposta das tuas saudades
Dá-me a resposta na vontade de um abraço
Dá-me amor…
Perguntei por te amar

Ouve o despertar do meu ouvido
Quanto te ouço falar
Ouve este desabafo comovido
Na luz do teu olhar

Não farei mais perguntas
Tu és a alma pura que não reclama
Sei ouvir os ventos perdidos
No despertar dos sentidos
Sei sentir a voz do teu falar
Sei compreender a vontade quando nos juntas
Por isso peço… Ouve o coração que te chama
Ouve… Ele te ama

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.