Número total de visualizações de página

segunda-feira, 25 de março de 2013

Sou um pirata


Sou um pirata

Viste a nau?
Estava ancorada à beira-rio
Senti-me pirata de perna de pau
E de espada à cintura
Sentia-me dono do frio
Dono do mar
Dono do vento
Dono das ondas de um corpo ao relento
Dono da luz do sol… O teu olhar
Desci do convés pronto para a guerra
Pronto para te conquistar
Não havia mar,
não havia terra
Que me fizesse parar
Eu era um pirata de perna de pau
Queria levar-te e sentir a tua poesia
Trocar-te…
Pelos tesouros que trago na nau
Levar-te comigo para o alto mar
E a dançar sentir o teu corpo… Maresia
Queria trocar o vento pelo teu respirar
Levar-te comigo sobre a espuma branca
Num mar revolto de paixão
Eu sou um pirata em que a perna manca
É a falta do teu coração


José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.