Número total de visualizações de página

terça-feira, 26 de março de 2013

Flor de mel


Flor de mel


Quero trepar pelo teu caule delgado
Tirar os pés do chão
E agarrar-me às tuas folhas
Já não sei viver sem estar apaixonado
Cada folha que agarro é um agarrar de coração
E quando chegar às tuas pétalas, quero sentir
Quero que me olhes e me contes
As vontades que desprendes do teu sorrir
Os desejos que guardas nas tuas fontes
Vou tocar no teu pólen de mel
E saborear teu néctar, minha fragrância
És a flor mais linda, candura tons de pastel
Onde a beleza não tem distância
Estás aqui… Eu sinto-te macia e carinhosa
Estás aqui… Para que saboreie teu perfume
Sinto-me untado pela tua entranha viscosa
O teu núcleo, tua copa… Meu lume
Quero trepar pelo teu corpo feminino
Tirar os pés do chão e ser teu
Flor, menina, mulher de cariz divino
Mulher, flor, menina do meu céu
Quero trepar por ti acima
Deixa-me saborear-te flor do meu aperto
Serás meu mar se inundares a minha sina
Mulher, flor, menina do meu deserto

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.