Número total de visualizações de página

quarta-feira, 13 de março de 2013

A voz


A voz

Quebra o silêncio e ouve
O sopro ou o sussurro que me fala
Um vento que solta 
Da mais bela boca e me amarra
Voz pérola que me beija sem estar
Fechada concha que escuto
No quebrar do silêncio…
Somente a luz
Pérola branca, concha do mar
Ouve o bater do meu coração bruto
Ao sentir o silêncio que me reluz
Quebra o silêncio e vem
Vem ouvir comigo esta paz
Um segundo onde sou teu refém
Prisioneiro numa concha que aqui jaz
Ouve… Vem…
Vem devagar, branca e pura
E comigo ouve no espaço
Este sentimento
A voz, a sensação que perdura
Sente e ouve… Eu faço
Tudo para que sintas
O vento
Do teu respirar… No meu
Quebra o silêncio concha do tempo
E vem és o meu céu

José Alberto Sá

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.